Procura-se lobo - Ana Maria Machado

Edição de 2005
Ilustrada por Laurent Cardon
Editora Ática

Sinopse:

Manuel Lobo tem uma missão importante - alertar o mundo sobre o risco de extinção dos lobos das florestas e dos desertos. Mas um anúncio malfeito atraiu uma série de lobos intrometidos tentando desviar o rumo da história. Alguns são lobos maus, assustadores de crianças, mas há também os espertalhões e outros bem bobos. E até uns lobos bonzinhos. Felizmente, Manuel Lobo conhece essa turma toda.


Nesta história, tudo começou com um anúncio de jornal que procurava um lobo para ocupar uma vaga de emprego. Manuel não era lobo, mas era Lobo – sim, Manuel Lobo era seu nome completo - e, ao ler a oferta, resolveu se candidatar. Quem sabe, colava? Mas, os patrões precisavam mesmo do animal, daqueles de quatro patas e focinho, não de um sobrenome, por isso não o aceitaram para o posto.

Mas Manuel era um homem inteligente e escrevia muito bem. O pessoal do anúncio percebeu isso quando viu sua carta se oferecendo para o emprego e logo o convidaram para outro cargo: ele passou a ser o moço que selecionava as cartas dos lobos interessados no trabalho.

Apareceu lobo de tudo quanto é lugar, até os mais famosos, como aquele velho conhecido da Chapeuzinho Vermelho, metido que só ele. O lobo que tentou comer os sete cabritinhos, o que derrubou a casa dos porquinhos e até aquele que o Pedro tentava capturar com a ajuda da pata Sônia, do gato Ivan e do passarinho Sacha. Você se lembra de “Pedro e o lobo”?

Teve até carta de lobo disfarçado de cordeiro, mas Manuel gostava de ler, conhecia as histórias e, por mais que o autor do texto fosse dissimulado, ele, espertamente, reconhecia o personagem. A pilha de cartas era enorme. Ainda bem, pois se tratava de um cargo muito importante e de difícil escolha. A solução foi pedir auxílio para encontrar o animal mais adequado à função e, talvez, você também possa ajudar.

Afinal, lobo que é lobo – aquele de quatro patas e focinho -, não lê jornal e nem precisa. O que esses bichos precisam é que as pessoas não pensem que todo lobo é lobo mau e que elas queiram protegê-los para ajudá-los a sair da lista de animais em extinção. E aí, vamos falar de lobo de verdade?

No Brasil, por exemplo, existe o lobo-guará e ao redor do mundo são vários outros que você pode conhecer neste livro da Ana Maria Machado. A inspiração da autora, aliás, veio do filho que, aos quatro anos, viu um documentário na tevê que mostrava a maldade que os homens fazem com esses bichinhos no mundo todo e pôs-se a chorar. Muito tempo se passou, mas a angústia do filho se transformou nesse livro bacana que traz informações e desvenda como são os lobos de verdade.
Fonte:http://planetasustentavel.abril.com.br/planetinha/livros/conteudo_planetinha_418187.shtml

As imagens trazem os fabulistas Esopo e La Fontaine:






































Confira:
Propostas pedagógicas apontadas pela Editora Ática:
http://www.aticaeducacional.com.br/htdocs/secoes/ficha.aspx?cod=329

Informações sobre o livro no site da autora:
http://www.anamariamachado.com/livro/procura-se-lobo

Biografia da autora:
http://www.anamariamachado.com/biografia

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

1 Response to "Procura-se lobo - Ana Maria Machado"

  1. janaina casimiro says:
    20 de agosto de 2014 00:16

    amei estou trabalhando com o livro e foi abertura do projeto no qual eu estou desenvolvendo....

Postar um comentário

Seja bem vindo!
Sempre que acessar o blog, deixe seu recado!
Ele é muito importante e também motiva nosso trabalho!
Obrigada pela visita!