A pequena vendedora de fósforos - Curta Metragem

The Little Matchgirl
2007

Em 2005, a Walt Disney Feature Animation concluiu a produção de uma nova adaptação do conto de Hans Christian Anderson: A pequena vendedora de fósforos (The Little Matchgirl), de Roger Allers e Don Hahn, um curta-metragem de sete minutos, que deveria integrar a coletânea Fantasia 2006. Mas o projeto foi cancelado e A pequena vendedora de fósforos foi finalizado à parte, sem qualquer chance de distribuição mundial nos cinemas, apesar de indicado ao Oscar de melhor curta-metragem de animação em 2007. A única possibilidade de vê-lo é adquirindo a edição de 2006 (a norte-americana Platinum Edition; a brasileira Edição Especial) do DVD do longa-metragem A pequena sereia (The Little Mermaid), também baseado num conto de Anderson, e no qual A pequena vendedora de fósforos é oferecido como bônus.

À diferença da maioria das adaptações para o cinema dos trágicos contos de Anderson, A pequena vendedora de fósforos conserva seu final infeliz. A história passada originalmente num dia de inverno na Dinamarca é transposta para a Rússia czarista, quando uma menina pobre tenta em vão vender seus fósforos. Se no conto a menina tem um pai que a espera em casa e no qual ela pensa com temor, no filme ela parece ser uma órfã, sem teto, sem comida, menor abandonada que acende, à noite, na tentativa de aquecer-se num beco escuro da gelada metrópole russa, os palitos de fósforo que não conseguiu vender. A cada palito riscado, uma imagem de felicidade a envolve, mas para apagar-se assim que o fogo o consome. Ela sonha com jantares suntuosos com pastéis, assados e doces; com sua avó carinhosa a acolhê-la numa dacha com porta de madeira pintada de motivos florais; com uma árvore de Natal prometendo-lhe as maiores alegrias infantis. Mas ao consumir-se seu último fósforo, a pequena vendedora morre de frio, de fome e de solidão.

O diretor Roger Allers, em breve depoimento no DVD, declarou que, quando criança, nunca conseguia chegar ao fim do conto de Anderson sem chorar. A rara sensibilidade deste diretor evidencia-se a cada momento da animação: A pequena vendedora de fósforos é um filme mudo de um expressionismo puro: sem nenhuma palavra proferida, as ações são pontilhadas apenas pelo tocante Quarteto de cordas nº. 2 em ré maior, de Aleksandr Borodin. Tudo é desenhado em tons pastéis de cores frias (pretos, azuis, cinzas e brancos), deixando as cores quentes (verdes, laranjas, vermelhos e marrons) irromperem no visual gelado e sombrio apenas quando uma luz ou um fogo é aceso e, sobretudo, a pequena vendedora risca seus fósforos.

A reconstituição de uma Rússia dostoievskiana é perfeita em cada detalhe, dos edifícios e da neve que os recobre, recordando “Noites brancas”, à cruel indiferença dos adultos que se recusam a comprar da pobre órfã um único fósforo. Em A pequena vendedora de fósforos, a arte da animação atinge um de seus grandes momentos, infelizmente sem a visibilidade que merecia nas salas de cinema.
Fonte: http://milolhos.blogspot.com/2008/03/pequena-vendedora-de-fsforos.html

Confira:
Título original: The Little Matchgirl. Curta de animação indicado ao Oscar 2007.
http://www.youtube.com/watch?v=_rill4j6c0k


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

8 Response to "A pequena vendedora de fósforos - Curta Metragem"

  1. Jujuba ♫ says:
    28 de abril de 2010 23:22

    Acho essa história tão triste... Dá muita pena da menina. EU como suspeita pra falar, já que sou apaixonada pelas criações da Disney, fiquei curiosa pra ver esse curta, mesmo com seu final tão trágico.
    Lindo o blog Gabi, vou te seguir!

    Beeijos

  2. Camila says:
    28 de abril de 2010 23:32

    Nossa Gabi muito legal esse teu blog. Eu tenho o dvd da pequena sereia, e se nao to confundindo, nos extras tem entrevistas com as pessoas que fizeram o filme e tal, e em um momento que nao lembro qual, falam dessa historia e tem o curta, é bem rapidinho, mas muito lindo e triiiiiiiiiiste.

    beijos

  3. Camila says:
    28 de abril de 2010 23:33

    Fiquei tão empolgada com as imagens, que só li o post depois de comentar, e agora que vi que tu falar exatamente o que eu falei, do dvd da pequena sereia AHAHAHA
    beijos

  4. Gabriela de Amorim says:
    28 de abril de 2010 23:45

    É Camila...
    Sem querer você adquiriu o curta da única maneira (legal) que ele foi disponibilizado...
    Mas o curta tá na íntegra no Youtube, no link no final do post...
    Obrigada por visitar o Blog e deixar por aqui uma contribuição!
    O agradecimento também vale para a Jujuba!
    Fiquem a vontade, sintam-se em casa para passear pelos outros posts, comentá-los e divulgar o BLOG...
    Beijão!

  5. Ingrid "Guigui" says:
    8 de maio de 2010 22:07

    Eu já adorava a história, achava ela muito triste, e a conheci pois meu pai sempre comprava aqueles livrinhos de 1 real pra mim, quando era pequena. O vídeo é lindo, uma maneira bem sensivel de mostrar como muitas crianças vivem em nosso mundo, sem ninguem que olhe por elas.
    Parabéns Gabe!

  6. Gabriela de Amorim says:
    23 de julho de 2010 17:13

    Oi Ingrid... Obrigada por mais um comentário!
    Também adorei o vídeo e ele realmente pode nos alertar sobre as questões sociais ;)
    Beijos!

  7. Anônimo Says:
    3 de agosto de 2011 20:55

    Nossa coitada da menina e q historia triste mais no fim deu tudo certo pq a alma dela foi junto com a vó dela no céu com Deus adorei a historia muito bonita... :)

  8. Flávia Says:
    30 de agosto de 2011 16:23

    Olá
    Encontrei seu blog procurando por histórias mais bem contadas da Pequena Vendedora de fósforos, e assisti ao vídeo, lindíssimo. Obrigada por postar!
    Abço,
    Flávia.

Postar um comentário

Seja bem vindo!
Sempre que acessar o blog, deixe seu recado!
Ele é muito importante e também motiva nosso trabalho!
Obrigada pela visita!